Adotado por pais homossexuais, menino escreve redação sobre ser ‘a criança mais feliz do mundo’

Faça um comentário