O menino que morava na nuvem chega ao Colégio Magnum

Mais um dia de gratidão. Esta terça-feira (21/9), participei do Festival Literário Magnum (Flim), do Colégio Magnum, Unidade Cidade Nova, em Belo Horizonte (MG), lendo “O menino que morava na nuvem” para aproximadamente 200 crianças, entre 3 e 6 anos. Foram três seções de leitura. Curiosas, interessadas, com histórias e exemplos para contar, elas me divertiram e me surpreenderam com perguntas e comentários.
“Por que o menino morava na nuvem?”. “Tem mulher que não gosta de ficar com neném”. “Eu já vi um filme que tinha uma criança que morava no orfanato”. “Quando elas não têm pais, elas moram no orfanato?”. “Quando os pais morrem, elas ficam com quem?”. “Eu tenho um irmão, mas ele foi andar de moto, sofreu um acidente e hoje ele mora no céu”. “Eu já pedi à minha mãe um irmãozinho, mas ela ainda não tem namorado”. “Como que o boneco de massinha entrou no livro?”. “Eu gostei muito da sua história”. “Você é muito bonita!”

Crianças, realmente, são muito especiais. E elas merecem, sempre, a verdade, para crescerem seguras, amorosas e confiantes.

O meu agradecimento especial à Joísa Abreu, gestora educacional da Educação Infantil e Fundamental Anos Iniciais, e à Rosália Lopes, coordenadora do Maternal ao 2º período da Educação Infantil do Colégio Magnum, pela oportunidade e pelo carinho.

Faça um comentário